Castidade: É uma opção de vida.

Para quem não sabe, castidade é tipo um compromisso que você cria consigo mesma. "Como assim?" De acordo com a igreja, castidade é virtude moral que inclina o homem ou a mulher a oferecer amorosamente sua intimidade a Deus e aos demais, de acordo com sua própria condição e características masculinas ou femininas. Em sentido mais restrito, consiste no hábito que ordena retamente o uso da faculdade procriativa, ou seja, é quando você se priva de certas coisas ligadas a sexualidade. Todo mundo já deve estar cansado de ouvir aquele papo de que quem segue a castidade precisa casar virgem e não pode trair, entre outros. Castidade é exatamente isso, é você se guardar para coisas que pode muito bem experimentar em outros momentos. Como por exemplo, essa história de só poder ter relações sexuais depois de se casar. Na minha opinião, acho que todo mundo deveria seguir esse tipo de "regra". Nada contra quem prefere ter essa experiencia na adolescência ou pela vida, mas eu acho que a primeira vez ou a relação sexual é um ato tão importante que deve ser legal ter sua primeira vez com uma pessoa em quem você realmente confie e goste. Imagina como deve ser bem mais gostoso? E também é claro que existe mais algumas regrinhas que você deve seguir se quiser entrar na castidade, que são tipo: Você não pode se masturbar, nem trair estando casada ou em qualquer tipo de relacionamento, não pode ser prostituir... Eu penso que muita gente vê - principalmente adolescentes - a castidade como algo "ridículo", por te privar de fazer coisas que são normais na tua juventude, mas essas certas experiencias podem te comprometer a muitas coisas. Acho que muitas vezes é isso o que bloqueia as pessoas de verem o lado bom da castidade, e isso faz elas criticarem tanta gente que acha a iniciativa que tal tem bacana...
Na religião católica, quando você confirma a castidade com a igreja, você tem que ganhar um anel de uma pessoa próxima sua e em seguida o padre tem que benzê-lo. Vai ficar tipo um símbolo, sabe? Na foto acima, mostro para vocês o meu anel. Já sabem que não podem tirar até quebrar as regras, certo? (risos). Mas enfim. Se você quer saber mais, procura no google, leia a bíblia ou visita a tua igreja! Se você não for católico, tenho quase certeza de que muitas religiões pregam a castidade de modos diferentes. Mas não esqueça: Entre por opção sua, se você achar legal e tal. Tenha a cabeça no lugar e não a quebre por influência. A castidade é a opção de vida que você escolheu, então a siga com consciência! 


Alguns avisos aqui:

Peço mil desculpas por ter ficado sem postar! Eu ia fazer um vídeo sobre esse assunto, já que ele é um pouco extenso, mas demorou pra fazer e demorou pra achar alguém que gravasse comigo e ficou tudo uma loucura! (risos). Então, preferi logo postar de uma vez. Mal mesmo! :/
Em segundo, vou reformar o blog inteiro! Não só reformar o blog como a URL e todo o conteúdo do blog também! Ele agora vivará um blog de opiniões sobre vários assuntos, tipo como esse post aqui, ok galera? Porém, sou muito indecisa com essas coisas de nome e tudo mais, portanto, que tal vocês me ajudarem?? Abri uma enquete aqui do lado! Adoraria ter a opinião de vocês, se possível, ok?




Comentem, beijão!

5 comentários:

CARLA WOLF disse...

Eu acho um assunto complicado,sou católica,e admiro pessoas como você que fizeram essa opção,faço o tipo imprevisível,então jamais faria isso.
Quanto a mudança de nome,eu gosto tanto desse =/
wolftheideia.blogspot.com.br

Stéfani Zimmermann disse...

Concordo com você, é uma opção de vida, mais a maioria dos adolescente pensam que é ridículo.

Beijos,
http://placestyle.blogspot.com.br/

MahPessoa disse...

A castidade não é rídicula. Tem algumas regras que as pessoas deveriam seguir, mesmo sem ser da castidade.
bjs
http://blogtrashrock.blogspot.com.br/

Déborah-alana disse...

Oie flor, assunto pelêmico hein, espero que consiga cumprir seus votos até o fim, acredito muito em Deus e no amor também :) beijinhos e seguindo seu blog :)


http://deborah-alana.blogspot.com.br/

Jeniffer Yara disse...

Castidade é um assunto complicado, não sou católica, mas na igreja evangélica o sexo só após o casamento também é incentivado, acho que o importante é fazer sexo com alguém que você realmente goste e confie, antes ou depois do casamento aí é escolha da pessoa ;}

Beijos
http://mon-autre.blogspot.com.br